quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Tarte de Bacalhau


Em jeito de despedida do ano que passou, embora eu raramente celebre a passagem de ano, deixo aqui uma sugestão de entrada, ou para levar para festa de amigos e familiares...
Não celebro no sentido de balanço e ano novo vida nova e mais uns quantos clichés pelo caminho...o meu ano mede-se pelo ano lectivo, quando termina o ano lectivo é quando para mim é realmente fim-de-ano !!!


Massa:
300 g de Farinha
130 g de Manteiga ou Margarina
70 g de Água
1 colher de chá de Sal

Recheio:
1 Cebola
2 dentes de Alho
1 folha de Louro
6 colheres de sopa de Azeite
300 g de Migas de Bacalhau demolhadas
1 colher de sopa de Farinha
3 Ovos
200 ml de Natas
50 g de Queijo ralado
Sal, Pimenta e Noz-Moscada

Fazer primeiro a massa, colocando no copo da bimby, todos os ingredientes acima indicados (para a massa) e por aquela ordem.

Programar 15 segundos, velocidade 5.

Forrar uma forma de tarte com esta massa e levar ao frigorífico.

Entretanto fazer o recheio, sem lavar o copo, deitar a cebola às rodelas, o alho, a folha de louro e o azeite e marcar 8 minutos, temperatura Varoma, velocidade 1.

Retirar a folha de louro e triturar durante 35 segundos, velocidade 4.

Descer os resíduos das paredes e juntar as migas de bacalhau e a farinha, temperar com pimenta e noz-moscada e marcar 10 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

Entretanto numa tigela, bater os ovos, adicionar as natas e o queijo ralado e temperar tudo com sal, pimenta e noz-moscada.

Adicionar a mistura das natas ao bacalhau e marcar 30 segundos em velocidade colher inversa, ou até tudo estar bem envolvido.

Deitar sobre a massa e levar a forno pré-aquecido a 180º cerca de 30 minutos.

Nota: Esta receita também pode ser feita com restos de bacalhau cozido, reduzindo o tempo do bacalhau para metade.


segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Arroz Divertido

Para desenjoar um pouco das comidas de Natal, trago um arroz que faço praticamente todas as semanas, é o arroz dos miúdos, mas para não haver confusões com arroz de miúdos :) é o arroz divertido...

1 Cebola pequena
2 dentes de Alho picados
6 colheres de sopa de Azeite
200 g de mistura Ervilhas e Cenouras
150 g de cubos de Fiambre
1 lata de Salsichas
1 chávena (300 ml) de Arroz
2 chávenas de Água
Sal
4 Ovos
1 colher de sobremesa de Margarina

Fazer um refogado com a cebola bem picadinha, os alhos também bem picadinhos e o azeite.

Juntar a mistura de ervilhas e cenouras que pode estar congelada envolver.

Adicionar o fiambre e as salsichas às rodelas e deixar cozinhar tudo cerca de 8 minutos, mexendo com regularidade.

Juntar o arroz, misturar bem.

Adicionar a água quente, temperar com sal a gosto, mexer e tapar.

Deixar ferver, assim que começar a ferver baixar o lume para o mínimo e deixar cozinhar até o arroz estar aberto e não restar mais água no tacho.

Entretanto numa frigideira derreter a colher de margarina deitar os ovos e cozinhar bem mexidos para ficarem partidinhos.

Adicionar imediatamente ao arroz já pronto, envolver bem e servir imediatamente.

Imprimir receita

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Bolo de Banana e Caramelo



Mais uma vez a as bananas maduras...que nunca são problema cá em casa, desta vez aceitei a sugestão da Cookie e transformei-as neste delicioso bolo...

Caramelo:
1 chávena e 1/2 de Açúcar
4 Bananas maduras

Bolo:
240 g de Farinha
90 g de Maizena
1 colher de sopa de Fermento em pó
4 Ovos
60 g de Margarina
200 g de Açúcar
200 ml de Leite

Faça o caramelo directamente na forma, com o açúcar e uns pingos de água, sem deixar escurecer muito para não ficar amargo.

Forre toda a forma com o caramelo e reserve.

Corte as bananas às rodelas e distribua por cima do caramelo, mas só na base da forma, bem juntas, pois encolhem.

Entretanto misture a farinha, com a maizena e o fermento e reserve.

Bata as claras em castelo e reserve.

Bata o açúcar com a margarina e as gemas até obter um creme fofo e esbranquiçado.

Adicione a mistura das farinhas, alternadamente com leite, terminado com a farinha.

Envolva as claras em castelo, misturando de baixo para cima até tudo estar bem incorporado.

Deite esta massa sobre o caramelo e bananas e leve a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 50 minutos.

Deixe arrefecer um pouco e desenforme o bolo ainda morno.

Nota: Na receita original são utilizadas bananas cortadas ao meio, como eu não tinha 6 bananas optei por cortá-las em rodelas.


quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Rabanadas

Rabanadas é também comidinha de Natal e, não só, comidinha de aproveitamento de pão duro que desconfio que hoje já ninguém se dá ao trabalho de aproveitar...
Também desconfio que não exista ninguém que não as saiba fazer...para os mais distraídos fica aqui uma sugestão deliciosa.
Estas foram feitas com pão de forma porque fica francamente mais bonito e absorve mais o leite, mas pode ser feito com qualquer tipo de pão que, claro, não deve ser fresco.

1 Pão de Forma fatiado ou outro a gosto
500 ml de Leite
3 colheres de sopa cheias de Açúcar
1 casca de Limão
1 pau de Canela
1 cálice de Vinho do Porto
5 Ovos
Açúcar e Canela para polvilhar.

Levar ao lume, o leite com o açúcar, o limão e o pau de canela, até ferver, baixar o lume e deixar cerca de 2 minutos em lume brando para soltar bem o sabor da canela e do limão.

Adicionar o vinho do Porto já com o lume apagado e mexer, deixar arrefecer um pouco.

Entretanto bater num prato largo os ovos inteiros.

Deitar também o leite (que deve estar morno e não a ferver) num prato largo e passar o pão por este leite para absorver e depois pelo ovo batido.

Fritar imediatamente em óleo quente.

Assim que acabam de fritar, passar logo pela mistura de açúcar e canela e empratar.

Nota: Se utilizarem pão de forma, a passagem pelo leite deve ser relativamente rápida, pois é um pão que absorve muito depressa o líquido.
Se utilizarem outro tipo de pão mais denso, deixem as fatias mais tempo dentro do leite.


sábado, 12 de dezembro de 2009

Turtas de Batata Doce e Grão




Todos os anos na ânsia de encontrar o sabor da infância experimento receitas de turtas (que já agora é o mesmo que azevias mas em minha casa nunca tiveram esse nome) mas nunca o encontro e sei bem que nunca o vou encontrar, porque não é só o sabor que procuro...

Massa:
100 g de Água
1 colher de sopa de Azeite
1 pitada de Sal
40 g de Manteiga

Recheio de Grão:
1 lata pequena de Grão
400 g de Açúcar
100 g de Amêndoa moída
Raspa de 1 Limão
1 colher de chá de Canela em pó
80 g de Água

Recheio de Batata-Doce:
2 Batatas-Doces grandes cozidas
400 g de Açúcar
Raspa de 1 Limão
1 colher de chá de Canela em pó
50 g de Água

Fazer de véspera os recheios para dar tempo de arrefecerem por completo.

No copo da bimby colocar o grão cozido e escorrido, triturar 1 minuto na velocidade 9, reservar.

Triturar a amêndoa, caso não seja da moída e reservar também.

No copo adicione a água com o açúcar e programe 10 minutos, temperatura Varoma, velocidade 1.

Junte as amêndoas e o grão e misture mais 25 segundos na velocidade 5.

Bata as gemas e misture-as no preparado, juntamente com a canela e a raspa de limão e programe 5 minutos temperatura 100º, velocidade colher.

Se achar que está muito liquido, deixar estar mais tempo até obter a consistência desejada.

Proceder de igual modo para o recheio de batata-doce que deve estar pelada.

Massa:

Coloque no copo da bimby, a manteiga e o azeite e programe 2 minutos, temperatura 100º, velocidade 2.

Junte a água, farinha e sal e misture 20 segundos, velocidade 6.

Deixe descansar 30 minutos.

Faça pasteis como se estivesse a fazer rissóis.

Frite em óleo quente e passe por açúcar e canela.

Nota: A receita de massa deve ser duplicada, mas feita em duas vezes.
Estas turtas fora adaptadas com alterações do livro base da Bimby.
A 1ª foto do recheio é de Grão, a 2ª é de Batata-Doce.
Rende cerca de 30 pastéis.


terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Bolachas de Açúcar


Bolachas de Açúcar?!? OK...Sugar Cookies
Sempre que posso não ponho os nomes em Inglês, se bem que nestas fica um bocado básico, mas assim seja, adaptadas daqui ...

4 chávenas de Farinha
1/2 colher de chá de Sal
1 colher de chá de Fermento em pó
200 g de Margarina
2 chávenas de Açúcar
2 Ovos
1 colher de café de Essência de Baunilha
1 colher de sobremesa de sumo de Limão
Raspa de 1 Limão
Açúcar para polvilhar (opcional)

Misturar a farinha, com o sal e o fermento e reservar.

No copo da bimby, colocar a margarina e o açúcar, e marcar 3 minutos, velocidade 5.

Findo o tempo, adicionar os ovos e marcar mais 1 minutos, velocidade 5.

Adicionar a mistura da farinha, o limão, sumo e raspa e a baunilha e programar 2 minutos, velocidade 4.
Colocar a massa no frigorífico durante 30 minutos.

Untar tabuleiros, ou colocar tapete de silicone , ou ainda como eu faço, forrar os tabuleiros com papel vegetal que não necessita untar.

Distribuir pelos tabuleiros colheres de massa, ou utilizar o dispára-biscoitos , ou ainda como eu faço utilizando uma cookie scoop , deixando afastadas umas das outras.

Salpicar com açúcar (opcional).

Colocar no forno a 180º cerca de 10 minutos, ou até a bolacha se mostrar acastanhada à volta, tendo o cuidado de não deixarem cozer demais senão ficam muito duras.

Deixar arrefecer numa rede, e depois de completamente frias, guardar em caixas.

Rende cerca de 40 bolachas.

A chávena tem a capacidade de 250 ml


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Arroz de Tamboril


Dedicada inteiramente aos meus queridos filhos que adoram este arroz, e para que eles não se esqueçam como se faz...

1 Cebola grande
3 dentes de Alho
60 ml de Azeite
1 folha de Louro
1 lata de Tomate pelado
1 chávena de Arroz
3 chávenas de Água quente
Sal
1 colher de chá de Açúcar
1 mão cheia de Coentros picados

Num tacho largo, colocar a cebola picada, os alhos picados, o azeite e a folha de louro e refogue.

Junte o tomate e o açúcar e deixe cozinhar cerca de 10 minutos.

Retire a folha de louro e triture tudo.

Adicionar o pimento deixar cozinhar um pouco, juntar o peixe, os camarões e o arroz e envolver bem.

Juntar a água que deve estar quente, mexer e deixar que levante fervura, assim que levantar, baixar o lume e deixar cozinhar em lume brando.

Cerca de 10 minutos depois, juntar as delícias cortadas em cubos e os coentros e deixar cozinhar mais 3 minutos.

Apagar o lume e deixar o arroz descansar cerca de 5 minutos antes de servir.


segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Lombinhos de Porco com Molho Mostarda

Desta vez é receitinha da mãe, e há muito tempo que eu não os fazia, fica uma carne muito macia e um prato muito bonito, acompanhem com o que mais gostarem...

600 g de Lombinhos de Porco
Sal e Pimenta
3 dentes de Alho picados
50 g de Margarina
50 ml de Azeite
1 Cebola muito picadinha
1 colher de sopa de Farinha
150 ml de Vinho Branco
1 colher de sopa de Cebolinho picado
1 colher de sopa de Mostarda
250 ml de Leite Gordo

Tempere com cerca de 2h de antecedência os lombinhos, com o sal, pimenta e o alho picado, reserve.

Num tacho largo, colocar a margarina e o azeite e o azeite em lume médio, assim que tiverem bem derretidas as gorduras adicionar a carne e selar.

Reduzir o lume e deixar a carne cozinhar cerca de 5 minutos de cada lado.

Retirar a carne do lume e manter quente (por ex. guardada dentro do microondas).

Na gordura que ficou, deitar a cebola picada e deixar cozinhar um pouco, juntar a farinha e mexer muito bem e rapidamente até engrossar, juntar o vinho branco aos poucos e mexer bem até ligar tudo.

Adicionar o cebolinho picado e a mostarda, mexer bem e deixar cozinhar um pouco e por fim adicionar o leite.

Introduzir a carne neste molho e deixar cozinhar tapada em lume médio cerca de 20 minutos.

Findo o tempo, aguardar uns minutos antes de fatiar e servir com acompanhamento a gosto



Imprimir receita

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Bolo Rainha



Aproveitando a sugestão de Bolo-Rei da revista da Lusitana , e como não sou grande apreciadora de frutos cristalizados, embora seja, e muito, de frutos secos, resolvi fazer um Bolo Rainha que ficou uma maravilha, não quero outro...

1 embalagem de Farinha para Pão de Brioche
200 ml de Água
250 g de Frutos secos (amêndoa , noz e pinhão)
2 colheres de sopa de Vinho do Porto
Raspa de 1/2 Laranja
1 Ovo batido para pincelar
100 g de Frutos secos para decorar
Coloque a água tépida na cuba da máquina do pão e junte o conteúdo da embalagem, seleccione o programa de massas levedadas ou massa de pizza.

Quando programa terminar, adicione os frutos secos, o vinho do Porto e a raspa de laranja e seleccione novamente o programa de massas levedadas ou pizza.

Quando terminar retire a massa da cuba para uma superfície enfarinhada e molde uma coroa.

Coloque num tabuleiro untado, tape com um pano e deixe levedar em lugar quente, (eu ligo o forno uns 3 minutos e depois apago-o e meto o bolo lá dentro, conserva quente e leveda muito).

Depois do bolo levedado, pincele com o ovo batido e decore com os restantes frutos secos.

Leve a forno pré-aquecido a 180º cerca de 30 minutos.


quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Lulas Guisadas com Batatas


A única maneira de tirar umas fotos bonitas deste prato é se eu deixar a comida meio crua, de outra maneira é impossível...
Como dou mais valor ao essencial do que ao supérfluo, deixa aqui umas lulinhas todas feitas na panela de pressão, receita óptima para os dias de semana...

800 g de Lulas limpas
2 Cebolas às rodelas finas
3 dentes de Alho picados
1 folha de Louro
8 colheres de sopa de Azeite
1 lata de Tomate pelado
2 colheres de sopa de Polpa de Tomate
1 raminho de Salsa
100 ml de Água
100 ml de Vinho Branco
Sal, Pimenta e Condimentos a gosto
1 Kg de Batatas em cubos

Dentro da panela de pressão sem a tampa, colocar a cebola, azeite, alho e louro e refogar até a cebola estar transparente.

Juntar o tomate pelado e a polpa de tomate e deixar cozinhar, destapada, mais 10 minutos.

Entretanto corte as batatas em cubos de tamanho médio, não corte muito pequenos senão desfazem-se.

Assim que estiver pronto o refogado de tomate, pode nesta fase triturar tudo(excepto a folha de louro) ou optar por deixar a cebola e o tomate em pedaços, é puramente opcional, eu trituro.

Depois de tudo triturado (ou não) adicionar os pimentos cortados em tiras, as lulas, a salsa, as batatas, a água e o vinho, e temperar tudo com sal e pimenta e condimentos a gosto, envolver bem todos os ingredientes.

Fechar a panela e proceder de acordo com as características da mesma. Assim que começar a chiar, marcar 15 minutos.

Findo o tempo, solte o vapor lentamente e sirva imediatamente.


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Bavaroise de Manga


Em jeito de despedida do tempo mais quente, aqui fica uma deliciosa bavaroise para adoradores de manga, como eu...
A receita foi adaptada daqui .

850 gr de Polpa de Manga
1 lata de Leite Condensado
2 carteiras (85 gr cada) de Gelatina Pessêgo /Manga
300 ml de Água
400 ml de Natas frescas

Num fervedor ou recipiente escolhido, leve a água a ferver.

Depois de ferver, junte a gelatina à água e dissolva bem.

Numa tigela, bata as natas até ponto de chantilly, sempre batendo adicione a lata de leite condensado, a polpa de manga e por fim a gelatina.

Misture bem.

Deite numa forma grande previamente molhada e leve a solidificar cerca de 5h ou de um dia para o outro.

Desenforme no momento de servir mergulhando um pouco a forma em água quente para ajudar a soltar.

Decore a gosto.


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Empadão de Carne


Enquanto almoçávamos este empadão e no meio dos hummm que delícia, o meu kiducho pergunta : " Oh mãe quando eu for estudar para fora tu depois dás-me as tuas receitas ?"
e eu sorrio..." a mãe já está a tratar disso..."

500 g de Carne Vaca Picada
1 Cebola grande
2 dentes de Alho
6 colheres de sopa de Azeite
1 folha de Louro
1 lata de Tomate
50 ml de polpa de Tomate
1 colher de chá de Açúcar
100 ml de Vinho Branco
200 ml de Natas de Soja
Sal e Pimenta
Puré de Batata feito com 1 kg de batatas
1 Ovo batido

Fazer o puré como está aqui e reservar.

No copo da bimby colocar a cebola partida, os dentes de alho o azeite, o louro, o tomate de lata e a polpa e o açúcar, e marcar 15 minutos, temperatura varoma, velocidade colher.

Findo o tempo, retirar a folha de louro e triturar tudo durante 45 segundos.

Passar este molho para um tacho largo (quem quiser pode continuar na bimby, mas eu não gosto da carne desfeita) e juntar a carne, o vinho e temperar de sal e pimenta e condimentos a gosto.

Deixar cozinhar cerca de 25 minutos e no fim adicionar as natas, assim que começarem a ferver, desligar o lume.

Num tabuleiro que possa ir ao forno, deitar a carne e espalhar bem, por cima distribuir uniformemente o puré.

Pincelar toda a superfície com o ovo batido e levar ao forno a gratinar a 200º cerca de 5 a 10 minutos consoante se queira mais ou menos gratinado.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Bolo Amarelo


Inspirada pelo Yellow Butter Cake do Martha Stewart´s Baking Handbook, assim sai o bolo escolhido para o fim-de-semana...

200 g de Manteiga
350g Açúcar
4 Ovos
350 g de Farinha
60 g de Farinha Custard
2 colheres de chá de Fermento em pó
200 ml de Leite
1 pitada de Sal

Bater a manteiga com o açúcar cerca de 4 minutos, na batedeira.

Adicionar o ovos um a um, batendo sempre entre cada adição.

Misturar as farinhas com o fermento e o sal, deitar cerca de metade na massa, envolver.

Adicionar o leite, misturar.

Por fim juntar a restante farinha e envolver.

Levar em forma untada, a forno pré-aquecido a 180º, cerca de 1 hora.

Nota: Opcionalmente antes de introduzir o bolo no forno, salpicar com 2 colheres de sopa bem cheias de açúcar, a superfície do bolo e levar imediatamente ao forno.


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Bolachas de Chocolate


Por norma só gosto de fazer bolachas, ou bolinhos quando o tempo começa a arrefecer, aquele monte de tabuleiros, e a mesa toda ocupada é algo que me conforta...
Estas bolachinhas foram adaptadas do allrecipes e pelos ingredientes diria que estava a fazer um bolo, são difíceis de trabalhar, mas muito boas...

125 g de Chocolate em pó
2 chávenas de Açúcar
1/2 chávena de Óleo
4 Ovos
2 chávenas e 1/2 de Farinha
2 colheres de chá de Fermento
1/2 colher de chá de Sal
1/2 chávena de Açúcar em pó

No copo da bimby, deitar o chocolate, o açúcar, e o óleo, marcar 30 segundos, na velocidade 4.

Adicionar os ovos e marcara mais 1 minuto, velocidade 4.

Por fim juntar a farinha, sal e fermento em pó e misturara durante 1,30m na velocidade 5.

Levar o copo ao frigorífico até endurecer um pouco a massa.

Num prato largo colocar o açúcar em pó, deitar colheradas (de sobremesa ou chá consoante o tamanho desejado) da massa, envolver no açúcar e só depois fazer bolinhas com as mãos.

Colocar em tabuleiros forrados com papel vegetal, ou tapete de silicone, afastadas umas das outras (cerca de 9 por tabuleiro grande).

Levar a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 17 a 20 minutos.

Deixar arrefecer sobre uma rede e guardar em caixas herméticas.

Nota: Esta massa fica mole por isso moldar à mão sem ter passado por açúcar está fora de questão, se quiserem fazer sem açúcar deitar as colheradas de massa directamente no tabuleiro.


quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Frango Assado com Limão

Uma foto tiradinha muito à pressa, para uma refeição muito simples...
Podem fazer com um frango inteiro embora eu opte sempre por fazer só com peitos e pernas, já que ninguém aqui come asas.

1 Frango inteiro, ou 2 peitos e 2 pernas
1 Limão grande
4 dentes de Alho
2 folhas de Louro
1 Kg de Batatas
1 colher de sopa de Pimentão-doce
1 chávena de chá de Azeite
100 ml de Vinho branco
50 g de Margarina
Sal e Pimenta

Temperar o frango com o sal e pimenta, sumo do limão, metade dos alhos, louro e metade do azeite. Reservar pelo menos 30m.

Partir as batatas em cubos, e temperar com sal, pimenta, pimentão-doce, o resto dos alhos e do azeite, misturar tudo muito bem e reservar.

Num tabuleiro de forno (pirex) colocar o frango, à volta distribuir as batatas, regar tudo com o restante azeite e o vinho e por fim distribuir nozinhas de margarina por cima.

Levar a forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 1 hora.



Imprimir receita

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Fofinhos de Chouriço

No Sábado foi dia de festa infantil na família, todos contribuem com algo como é habitual, a mim coube-me o imprescindível bolo de chocolate coberto e recheado de chocolate (receita do bolo aqui, creme e aspecto final aqui) e estes fofinhos, receita adaptada daqui.
Os miúdos adoraram e rendeu 60 fofinhos pois uso umas formas da Wilton de miniaturas de queques, de tamanho dentada, que infelizmente não comprei em Portugal, por isso não vos posso indicar onde comprar.

3 chávenas de chá de Farinha
4 Ovos
1/2 chávena de chá de Manteiga derretida
2 chávenas de chá de Leite
2 colheres de chá de Fermento em pó
Sal
1 Chouriço (cerca de 300g)

Cortar o chouriço em rodelas. Reservar.

No copo da bimby, colocar os ovos inteiros e a farinha, fermento e sal e marcar 1 minuto, velocidade 4.

Adicionar a manteiga e o leite, e marcar 1,30 m, em velocidade progressiva até ao 5.

Encher as formas praticamente até acima e colocar 2 rodelas de chouriço em cada uma (eu só coloquei 1, mas as formas que utilizei são pequenas).

Levar a forno pré-aquecido a 180º cerca de 20 minutos.



Imprimir receita

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Bifinhos de Peru com Cerveja

Correndo o risco de parecer enfadonha, publico mais uns bifinhos...
Rápidos, simples, mas saborosos como se quer na minha mesa...

800 g de bifinhos de Peru em tiras
4 colheres de sopa de Azeite
1 pacote de sopa de Cebola
2 colheres de sopa de Molho Inglês
1 colher de chá de Mostarda
1 pitada de Pimenta
1 Cerveja branca 33 cl
200 ml de Natas de Soja

Temperar os bifinhos com a sopa de cebola desidratada, a pimenta, o molho inglês e a mostarda durante pelo menos 30 minutos.

Num tacho largo, deitar o azeite e o frango temperado e deixar fritar um pouco, até ganhar cor.

Adicionar a cerveja e deixar cozinhar durante cerca de 20 minutos, em lume brando a moderado.

Findo o tempo juntar as natas de soja e deixar cozinhar 5 minutos.

Servir com acompanhamento a gosto.


sábado, 17 de outubro de 2009

Bolo de Café Alentejano


O cheiro deste bolo também faz parte das minhas memórias de infância, a receita era de uma vizinha da rua onde cresci, que quando o fazia inundava tudo com aquele cheiro a café e canela...que bom poder voltar por uns segundos ao passado.

4 Ovos
2 chávenas de chá de Açúcar Amarelo
1/2 chávena de chá de Azeite
2 colheres de sopa de Café solúvel (pode ser mistura)
1 colher de chá de Canela
2 chávenas de chá de Farinha
1 colher de chá de Fermento em pó

Bater os ovos com o açúcar até obter um creme fofo.

Juntar o azeite e bater mais um pouco.

Adicionar o café e a canela e bater mais 2 minutos.

Por fim adicionar a farinha previamente misturada com o fermento e envolver na massa sem bater.

Levar ao forno a 180º em forma untada e polvilhada durante cerca de 40 minutos.


sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Strogonoff de Frango


Strogonoff é realmente um tipo de prato muito prático, há imensas receitas, e penso que todos têm a sua.
Quando vi esta receita aqui, achei que a devia experimentar por ser diferente da minha e por me parecer saborosa e não me enganei, os miúdos gostaram, todos gostaram.
Fiz algumas alterações mas só nas quantidades, segue em baixo como fiz.

800 g de peito de Frango cortado em tiras
1 Cebola grande picada
2 dentes de Alho picados
1 folha de Louro
60 g de Margarina
1 cubo de Caldo de Galinha
1 lata de Cogumelos laminados escorridos
1 cálice de vinho do Porto
1 colher de sopa de Mostarda
1 colher de sopa de Ketchup
1 chávena de chá de Leite
1 colher de chá de Farinha Maizena
2 colheres de sopa de polpa de Tomate
1 colher de sopa de Molho Inglês
200 ml de Natas
Sal, Pimenta e Noz-Moscada q.b

Tempere o frango com sal, pimenta, noz-moscada e mostarda, mexa tudo e reserve durante cerca de 30 minutos.

Num tacho largo, leve ao lume a cebola e a margarina e deixe refogar.

Quando a cebola estiver quase refogada, junte os alhos picados e a folha de louro, deixe refogar mais um pouco.

Junte o frango e deixe fritar.

Quando o frango começar a ganhar cor, junte os cogumelos e deixe fritar mais uns minutos.

Junte o vinho do Porto e deixe o álcool evaporar.

Numa taça, dissolva a farinha maizena com o leite.

Ao frango, junte a polpa de tomate e o ketchup, mexa tudo, junte o cubo do caldo, e o leite misturado com a maizena, mexa e deixe cozinhar cerca de 5 minutos.

Adicione o molho inglês, mexa e por fim junte as natas.

Deixe ferver e apague o lume.

Sirva com acompanhamento a gosto.



Imprimir receita

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Carne Estufada com Ervilhas e Cenouras

Outro dia a ler o twitter do @davidlebovitz fiquei surpreendida quando ele dizia que só se sentiria verdadeiramente Europeu quando perdesse o medo da panela de pressão, achei graça porque realmente é um objecto mais que vulgar nas nossas cozinhas, crescemos com a panela de pressão a apitar, e penso que regra geral ninguém se assusta com ela...
É tão vulgar este objecto que acho que não tenho aqui receita nenhuma com a dita panela de pressão...vamos lá remediar isso...

1 kg de Carne de Vaca ou Porco para estufar
2 Cebolas grandes às rodelas
3 dentes de Alho
5 colheres de sopa de Azeite
200 ml de Polpa de Tomate
1 folha de Louro
1 colher de chá de Mostarda
Pimenta e Sal a gosto
1 colher de sopa de Molho Inglês
1 cubo de Caldo de Carne (opcional)
500 g de mistura de Ervilhas e Cenouras
125 ml de Vinho Branco
200 ml de Água

Dentro da panela, colocar o azeite, a cebola e o alho e deixar refogar um pouco, até a cebola estar transparente.

Adicionar a polpa, a folha de louro, as ervilhas e cenouras e deixar cozinhar mais um pouco.

Por último juntar a carne, temperar com o sal e pimenta, e adicionar os restantes ingredientes, ou seja, a mostarda, o molho inglês, o caldo de carne, o vinho e a água e deixar apurar tudo um pouco, cerca de 5 minutos sensivelmente.

Fechar a panela e depois de começar a soltar o vapor marcar 30 minutos.

Findo o tempo, desligar a panela, soltar o vapor com cuidado e devagar, abrir a panela e deixar tudo descansar cerca de 5 minutos, antes de cortar e servir.

Acompanhar com batatas ou arroz.


sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Pão de Azeite


Tenho feito muito pão ultimamente, como seria de esperar aliás...mas confesso que este que vos mostro hoje tem sido o que tenho feito mais, pois é perfeito para os miúdos levarem para a escola.
E por falar em escola, os horários alteraram-se bastante aqui na mesa, por isso não estranhem as minhas poucas visitas nas vossas cozinhas e também na minha a bem dizer...infelizmente.

270 ml Água
1 colher de chá de Sal
1 colher de sopa (mal cheia) de Açúcar
3 colheres de sopa de Azeite
250 g de Farinha de trigo 55
250 g de Farinha para pão (farinhas daquelas para pão, da Nacional, Branca de Neve ou outra marca)
1 colher de chá cheia de Fermento de padeiro granulado

Deitar todos os ingredientes pela ordem indicada na cuba da máquina para fazer pão.

Ligar o programa básico, que na minha mfp (tefal XXl) é o programa 1.

Findo o tempo retirar o pão imediatamente da máquina e deixar arrefecer num tabuleiro de rede.

Nota: Para o pão não ficar com as marcas das pás eu retiro-as com muito cuidado durante a última levedação e antes de inicar a cozedura.


segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Cheesecake Americano


Não podia deixar o Verão partir sem me despedir dele com o Cheesecake que é feito por mim cá em casa há muitos anos, muito antes de se tornar moda em terras lusas, muito antes de eu ter bimby, muito antes de muita coisa...
A receita é genuinamente Americana, porque me foi dada por uma Americana genuína, receita de família aliás.
O original usa na última camada sour cream que nós não temos e eu substituo por crème fraîche, e 2 dicas fundamentais, um cheesecake americano faz-se sempre de véspera e deixa-se arrefecer dentro do forno.

Base:
1 pacote de Bolacha-Maria
2 colheres de sopa de Açúcar
100 g de Margarina ou Manteiga
1 colher de chá mal cheia de Canela em pó

Recheio:
3 pacotes de Queijo tipo Filadélfia (600 g)
200 g de Açúcar
3 Ovos
1 colher de chá de essência de Baunilha

Cobertura:
200 g de Crème Fraîche
3 colheres de sopa de Açúcar

Comece pela base deitando todos os ingredientes da base acima descritos dentro do copo da bimby e triturando durante 30 segundos, velocidade 5 (quem não tiver bimby, faz a base na picadora, e o recheio com a batedeira).

Com esta massa de bolacha forrar uma forma de fundo amovível ou pirex, não é preciso untar.
Podem forrar só o fundo com a bolacha, ou o fundo e as paredes que é o que eu faço, pois o recheio de queijo vai liquido em cima e se for de fundo amovível pode pingar. Reservar.

No copo da bimby, que deve estar limpo, não precisa de estar lavado, mas não deve ter restos de bolacha, colocar todos os ingredientes do recheio e marcar 1 minuto, velocidade 4.

Deitar por cima da base de bolacha e levar a forno pré-aquecido a 180º durante 35 minutos.

Entretanto misturar o açúcar com o crème Fraîche e reservar.

Findo os 35 minutos retirar o cheesecake do forno, espalhar o crème rápida e uniformemente por cima e levar novamente ao forno mais 10 minutos.

Desligar o forno e deixar o cheesecake arrefecer lá dentro.

Guardar no frigorífico depois de frio. Servir fresco e no outro dia.


sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Doce de Amoras Silvestres

E ainda da colheita deste ano de amoras, além do manjar e de novamente a tarte, fiz o resto em doce.
Pode ficar mais espesso, basta para isso estar mais tempo ao lume, não é o que eu normalmente faço, pois a minha pipoca gosta de pão com doce e como às vezes leva para a escola se for muito espesso não impregna no pão, e as consequências voçês imaginam...

450 g de Amoras silvestres

400 g de Açúcar

Sumo de 1/2 Limão

Colocar tudo no copo da bimby e marcar 45 minutos, temperatura 100º velocidade 1.

Findo o tempo, triturar 30 segundos na velocidade 6.

Novamente marcar mais 15 minutos, temperatura 100º (se quiserem mais espesso façam temperatura Varoma) velocidade 2.

Guardar em frascos estirilizados, com papel vegetal a cobrir antes de colocar a tampa.
Eu conservo logo no frigorifico para durarem mais tempo.


terça-feira, 8 de setembro de 2009

Pao com Chourico


A minha 1ª MFP tem mais de 10 anos, fazendo por alto as contas já deve estar perto dos 15, e apesar de estar boa e a funcionar perfeitamente, resolvi fazer um upgrade no que toca à máquina e oferecia-a à mana mais velha...
Tudo isto porque andava de olho na MFP da Tefal a XXL, já que só valeria a pena trocar a minha que é em tudo igual às que se vendem hoje em dia por uma realmente diferente...
Por isso estou de volta no que toca a pães, embora hoje traga um que toda a gente faz de uma maneira ou de outra, mas tinha que apresentar a bichinha à sociedade...


400 ml de Água
2 colheres de café de Sal
1 colher de sopa de Açúcar
700 g de Farinha tipo 65
1,5 colheres de café de Fermento de Padeiro
200 g de Chouriço picado

Juntar a água, sal, e açúcar.

Adicionar a farinha e por fim o fermento.

Marcar o programa 2, que nesta máquina é o pão Francês.

Quando tocar o primeiro alarme adicionar o chouriço picado.

No final da cozedura, retirar imediatamente o pão da máquina e deixa arrefecer num tabuleiro de rede.


sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Manjar de Côco com Calda de Amoras Silvestres


A colheita deste ano de amoras foi muito produtiva, estavam gordinhas e muito docinhas...
Aproveitei para utilizar uma parte delas neste manjar que já estava guardado há bastante tempo para ser feito, a receita foi adaptada daqui.

Manjar:
1 chávena de chá de Amido de Milho (Farinha Maizena)
2 chávenas de chá de Açúcar
1 chávena de chá de Côco ralado
1 litro de Leite

Calda:
250 g de Amoras Silvestres
100 ml de Água
3 colheres de sopa de Açúcar

A chávena tem a capacidade de 200 ml

Num tacho largo juntar todos os ingredientes do manjar e mexer até tudo estar bem dissolvido.

Levar a lume brando mexendo sempre até engrossar.

Tirar do lume quando começar a formar bolhas e a largar do fundo do tacho.

Deitar numa forma untada com um pouco de óleo e levar ao frigorico até solidificar.

Desenformar e colocar a calda fria por cima.


Para preparar a calda juntar todos os ingredientes e levar ao lume até ferver, deixando estar cerca de 5 minutos a ferver, mas aqui depende muito do gosto, podem querer uma calda mais grossa ou mais fina é ao gosto.

Deixar arrefecer completamente antes de cobrir o manjar.


terça-feira, 1 de setembro de 2009

Empada de Frango II


Ontem esteve um dia maravilhoso, mesmo como eu gosto, uma brisa fresca no rosto, a vontade de andar na rua sem me esconder do sol...Adeus Agosto...Olá Setembro...

1 Cebola
2 dentes de Alho
4 colheres de sopa de Azeite
100 g de Polpa de Tomate
100 ml de Cerveja
2 Cenouras às rodelas
200 g de Ervilhas
350 g de Frango cozido desfiado
200 ml de Molho Bechámel
2 placas de Massa fresca para Pizza

No copo da bimby, ou num tacho, colocar a cebola às rodelas, o alho, o azeite, a polpa de tomate e a cerveja, durante 15 minutos, temperatura 100º, velocidade colher.

Findo o tempo, triturar tudo durante 30 segundos na velocidade 7.

Descer os resíduos das paredes e juntar as cenouras às rodelas e as ervilhas que podem ser congeladas e marcar mais 15 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

Adicionar o frango desfiado e o molho bechámel e marcar mais 10 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

Deixar arrefecer.

Abrir as duas placas de massa para pizza das redondas, colocar uma no fundo de uma tarteira ou pirex, previamente untado com margarina.

Distribuir todo o recheio (que deve estar frio) por cima.

Colocar a outra placa de massa por cima e enrolar as pontas para que fique selada.

Abrir um pequeno orificio ao meio para que respire melhor.

Opcionalmente pode pincelar com ovo batido por cima para dar brilho, e levar a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 25 minutos, ou até a massa atingir a cor desejada.

Servir quente ou frio.


quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Semi Frio de Maracujá


Uma sobremesa deliciosa para esta altura do ano, a receita foi adaptada do site Sabor Intenso que é uma lufada de ar fresco neste mundo das comidas virtuais, as receitas são todas em video, têm uma revista online, as fotos são muito bonitas e as receitas simples e de fácil execução, podem inclusivé ver este semifrio em video aqui.

1/2 litro de Polpa de Maracujá
1 lata de Leite Condensado
400 ml de Natas
2 saquetas de gelatina de Ananás
250 ml de Água

Ferver a água, juntar a gelatina e mexer bem para que toda a gelatina se dissolva.
Deixar arrefecer.

Numa tigela deitar o leite condensado e a polpa de maracujá e mexer, adicionar a gelatina arrefecida e envolver tudo muito bem.

Bater as natas em ponto de chantilly e juntar ao preparado de maracujá, envolvendo bem.

Molhar uma forma, deitar este preparado e levar ao frigorifico cerca de 6 horas ou até solidificar.

Nota:Este semi frio rende muito, tenham atenção quando escolherem a forma, a que eu escolhi foi uma da tupperware para 1 litro de pudim e foi pequena.
Como utilizei polpa com sementes, reservei só uma pequena porção delas para envolver e rejeitei as restantes. Torna-se assim fácil a identificção da fruta sem ser tão desagradável para quem não gosta de as trincar.


segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Tarte de Amêndoa


Primeiro que tudo, peço desculpa por não mostrar o interior desta tarte, mas como foi para ser transportada para uma reunião familiar, só a desenformei no local e não levei máquina.
A receita foi adaptada desta, e é muito boa principalmente a cobertura...

Base:
150 g de Farinha
100 g de Açúcar
100 g de Manteiga
1 Ovo
1 colher de chá de Fermento em pó
3 colheres de sopa de Leite

Amoleçer a manteiga (ou derreter no microondas) e misturar com o açúcar e ovo.

Juntar o leite e a farinha previamente misturada com o fermento, envolver sem bater muito.

Untar uma tarteira e polvilhar com farinha, deitar a massa, e levar a forno pré-aquecido a 180º cerca de 15 minutos.

Depois de cozido retirar do forno mas manter na forma e deixar arrefecer um pouco.


Recheio:
100 g de Amêndoa (laminada ou palitada)
100 g de Açúcar
125 g de Manteiga
3 colheres de sopa de Leite

Misturar tudo num tachinho, levar ao lume mexendo sempre e assim que levantar fervura contar cerca de 7 minutos (eu deixei só 5)

Deitar por cima do bolo e levar ao forno a 180º até ficar no tom desejado, no meu caso esteve cerca de 15 minutos.

Desenformar ainda quente.


Imprimir receita