Pão Rústico Nacional


Eu tenho uma MFP mas não a uso, porque a minha MFP tem mais de 10 anos e está completamente ultrapassada, qualquer pão que eu tente fazer hoje em dia por mais pequeno que seja, vem por fora, as farinhas e os fermentos são muito mais eficazes do que quando eu a comecei a utilizar.
De qualquer maneira e em abono da verdade eu nunca gostei do sabor do pão feito na MFP, gosto isso sim do lado prático da máquina, uma máquina em que deitamos tudo lá para dentro e viramos costas, é bom.
Muitas vezes a utilizei apenas para amassar, mas hoje já não o faço pois lavar por lavar, prefiro lavar a kitchen aid que é mais fácil.
E na continuação das sugestões com produtos pré-feitos ou pré-preparados, trago um pão rústico feito com a farinha Nacional, para máquinas de pão, mas feito sem ser na máquina de pão.
Já aqui tinha feito uns pãezinhos com a farinha do Lidl, que também é muito boa, mas mais peganhenta, logo mais difícil de trabalhar à mão.

350 ml de Água morna

Na tigela de uma batedeira montada com as pás de amassar colocar a água morna e a farinha, bater em velocidade média, durante 15 minutos.

Findo o tempo, tapar com um pano a tigela e deixar a massa descansar, eu deixei 1 hora, perto de uma fonte de calor (a lareira....).

Com as mãos enfarinhadas , polvilhar a massa com farinha e dar a forma desejada, levar a forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 45 minutos, mas este tempo é muito relativo convém vigiar o forno, verificar que a crosta está na cor desejada e bater com os nós dos dedos até soar oco.

Comentários

  1. Ainda no outro dia experimentei essa farinha exactamente na minha MFP... gostei imenso do resultado, mas acho que da próxima faço 50/50.
    O teu pão está mesmo "de se comer" :)

    Jinhos grandes

    ResponderEliminar
  2. Assim ficou um belo pão e enorme, está mesmo bonito!! ;)
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  3. Também já me abasteci destas farinhas agora para a altura do Natal, em que sabe sempre bem um pão acabado de fazer para os encontros de família.
    O teu está fantástico! Ofereço-me para o provar!!!!

    ResponderEliminar
  4. MFP desde há 10 anos??? Caramba... isso é que é evolução! E eu a pensar que na área de tecnologia estava em dia... Samma, só há pouco tempo é que conheci as MFP... prontos, não batam mais no céguinho... nem tudo se pode saber na vida... e aprender até morrer.
    Quanto à sua posição sobre a MFP, sou quase da sua opinião com um pequeno pormenor. As máquinas são perfeitas ajudantes do dia a dia, sejam em que área for, mas nunca ultrapassam o tradicional trabalho manual. E sou dos tempos em que os meus avós faziam as refeições em tachos de barro, sobre fogões a lenha ou a petróleo, e as mãos é que eram umas verdadeiras máquinas...
    Mas actualmente, confesso que prefiro fazer o pão na MFP que à mão... é como você diz: tudo lá p'ra dentro, fé em Deus e sai pão passada uma hora e picos... e mais económico que o comprado no padeiro...
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  5. Belo pãozinho... passa aí a manteiga sff.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Sá agora reparei que está a nevar nesta cozinha.

    ResponderEliminar
  7. também não fazia ideia que há 10 anos atrás já existiam máquinas de pão... lol
    mas o que sei dizer é que esse teu pão tem muito bom aspecto.

    ResponderEliminar
  8. Rico pãozinho pode ser uma fatia para esta mesa!Um beijinho...

    ResponderEliminar
  9. Realmente foste uma pioneira nas MFP :)
    Eu adoro o pão feito na MFP!
    Se calhar, hoje em dia, a máquina já tem outros mecanimos que permitem fazer um pão melhor. Ainda não experimentei as farinhas do Lidl nem da Nacional. Mantenho-me fiel ao fermento de padeiro fresco e à farinha 65. Mas são bem mais práticas essas :)

    ResponderEliminar
  10. Aiii pãozinho.....que bom!!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Um belo pãozinho.
    Ficou com um aspecto excelente.
    Desejo-te um feliz fim de semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Fez-me lembrar o jingle "O que é Nacional é booooooooom!".
    As máquinas são o que são, máquinas, ajudam, mas mãos são sempre mãos. Uso muito tb para amassar e depois retiro, estico, moldo, dobro, enrolo, corto, entranço, enformo... (coitada da massa) à mão.

    ResponderEliminar
  13. Teu pão ficou lindo e neste exato momento estou aqui passeando e esperando dois pães assarem. Pães de batata doce, amarelinhos e deliciosos. Aprendi a faze-los há pouco e já os eu amo!
    Mas sou totalmente preguiçosa no uso máquinas. Eu uso as mãos para quase tudo, exceto triturar. Faço pão misturando primeiro com a colher de pau e então as mãos. E bato quase tudo com o batedor de mão. Acho lindas as máquinas mas não as uso.

    Abraços,

    C.

    ResponderEliminar
  14. Samma, confesso que também não sou fã do sabor do pão feito na MFP, à excepção dos pães doces.
    Mas gosto de amassar lá a massa. Depois tiro, moldo e forno!
    E ficam tão bons!
    beijinho

    ResponderEliminar
  15. não conheço a tal farinha, mas a foto me diz que ficou muito bom! passando uma manteiguinha numa fatia torradinha, hummm, delícia!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Realmente com a ajuda da máquina, tudo se torna mais facil.
    Mas eu como prefiro pão fresco todos os dias, acabei por dar a minha MFP, também porque não gostava muito do sabor do pão feito na máquina.
    Este ficou lindo!
    Bjos

    ResponderEliminar
  17. mas que belo pãozinho, comia uma fatia agora ;)

    ResponderEliminar
  18. nao conhecia essa farinha. adorei o pao, ficou com uma crosta e uma cor "rústica". Eu nao tenho mfp e para dizer a verdade nao lhe acho muita graca. assim os paezinhos ficam bem melhores ;-)

    ResponderEliminar
  19. Olá! Eu estou começando nestas andanças de fazer pão em casa... é uma terapia, ainda para mais com uma kitchenaid. Já experimentei esta farinha sem ser na máquina de fazer pão e gostei, apesar de preferir juntar os ingredientes. Mas gostava de fazer uma pergunta mais "técnica", já que trabalha com uma batedeira KitchenAid. A velocidade média é quanto? 2,4? É que quando quando ponho a massa a amassar a minha máquina parece que salta e mexe-se muito, é normal? sinto que posso estar a estragar quando bato assim massa de pão! na vedlocidade 2 ainda vá lá, mas na quatro ela salta muito! Acontece com a sua batedeira?

    ResponderEliminar
  20. Mari, ela salta um pouco sim, mas qd é assim eu baixo um pouco , até a massa estar mais homogénea e já dá para aumentar. Velocidade média é 4, embora ninguém diga que aquilo é médio tal é a força que a bichinha tem :-)

    ResponderEliminar
  21. Oi! realmente a batedeira é óptima, obrigada pela dica e continue com boas receitas como nos tem brindado até agora...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Senta-te à mesa...

Mensagens populares deste blogue

Bolo de Limao

Panquecas do Jamie

Frango à Braz