quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Tarte de Bacalhau


Em jeito de despedida do ano que passou, embora eu raramente celebre a passagem de ano, deixo aqui uma sugestão de entrada, ou para levar para festa de amigos e familiares...
Não celebro no sentido de balanço e ano novo vida nova e mais uns quantos clichés pelo caminho...o meu ano mede-se pelo ano lectivo, quando termina o ano lectivo é quando para mim é realmente fim-de-ano !!!


Massa:
300 g de Farinha
130 g de Manteiga ou Margarina
70 g de Água
1 colher de chá de Sal

Recheio:
1 Cebola
2 dentes de Alho
1 folha de Louro
6 colheres de sopa de Azeite
300 g de Migas de Bacalhau demolhadas
1 colher de sopa de Farinha
3 Ovos
200 ml de Natas
50 g de Queijo ralado
Sal, Pimenta e Noz-Moscada

Fazer primeiro a massa, colocando no copo da bimby, todos os ingredientes acima indicados (para a massa) e por aquela ordem.

Programar 15 segundos, velocidade 5.

Forrar uma forma de tarte com esta massa e levar ao frigorífico.

Entretanto fazer o recheio, sem lavar o copo, deitar a cebola às rodelas, o alho, a folha de louro e o azeite e marcar 8 minutos, temperatura Varoma, velocidade 1.

Retirar a folha de louro e triturar durante 35 segundos, velocidade 4.

Descer os resíduos das paredes e juntar as migas de bacalhau e a farinha, temperar com pimenta e noz-moscada e marcar 10 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

Entretanto numa tigela, bater os ovos, adicionar as natas e o queijo ralado e temperar tudo com sal, pimenta e noz-moscada.

Adicionar a mistura das natas ao bacalhau e marcar 30 segundos em velocidade colher inversa, ou até tudo estar bem envolvido.

Deitar sobre a massa e levar a forno pré-aquecido a 180º cerca de 30 minutos.

Nota: Esta receita também pode ser feita com restos de bacalhau cozido, reduzindo o tempo do bacalhau para metade.


segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Arroz Divertido

Para desenjoar um pouco das comidas de Natal, trago um arroz que faço praticamente todas as semanas, é o arroz dos miúdos, mas para não haver confusões com arroz de miúdos :) é o arroz divertido...

1 Cebola pequena
2 dentes de Alho picados
6 colheres de sopa de Azeite
200 g de mistura Ervilhas e Cenouras
150 g de cubos de Fiambre
1 lata de Salsichas
1 chávena (300 ml) de Arroz
2 chávenas de Água
Sal
4 Ovos
1 colher de sobremesa de Margarina

Fazer um refogado com a cebola bem picadinha, os alhos também bem picadinhos e o azeite.

Juntar a mistura de ervilhas e cenouras que pode estar congelada envolver.

Adicionar o fiambre e as salsichas às rodelas e deixar cozinhar tudo cerca de 8 minutos, mexendo com regularidade.

Juntar o arroz, misturar bem.

Adicionar a água quente, temperar com sal a gosto, mexer e tapar.

Deixar ferver, assim que começar a ferver baixar o lume para o mínimo e deixar cozinhar até o arroz estar aberto e não restar mais água no tacho.

Entretanto numa frigideira derreter a colher de margarina deitar os ovos e cozinhar bem mexidos para ficarem partidinhos.

Adicionar imediatamente ao arroz já pronto, envolver bem e servir imediatamente.

Imprimir receita

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Bolo de Banana e Caramelo



Mais uma vez a as bananas maduras...que nunca são problema cá em casa, desta vez aceitei a sugestão da Cookie e transformei-as neste delicioso bolo...

Caramelo:
1 chávena e 1/2 de Açúcar
4 Bananas maduras

Bolo:
240 g de Farinha
90 g de Maizena
1 colher de sopa de Fermento em pó
4 Ovos
60 g de Margarina
200 g de Açúcar
200 ml de Leite

Faça o caramelo directamente na forma, com o açúcar e uns pingos de água, sem deixar escurecer muito para não ficar amargo.

Forre toda a forma com o caramelo e reserve.

Corte as bananas às rodelas e distribua por cima do caramelo, mas só na base da forma, bem juntas, pois encolhem.

Entretanto misture a farinha, com a maizena e o fermento e reserve.

Bata as claras em castelo e reserve.

Bata o açúcar com a margarina e as gemas até obter um creme fofo e esbranquiçado.

Adicione a mistura das farinhas, alternadamente com leite, terminado com a farinha.

Envolva as claras em castelo, misturando de baixo para cima até tudo estar bem incorporado.

Deite esta massa sobre o caramelo e bananas e leve a forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 50 minutos.

Deixe arrefecer um pouco e desenforme o bolo ainda morno.

Nota: Na receita original são utilizadas bananas cortadas ao meio, como eu não tinha 6 bananas optei por cortá-las em rodelas.


quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Rabanadas

Rabanadas é também comidinha de Natal e, não só, comidinha de aproveitamento de pão duro que desconfio que hoje já ninguém se dá ao trabalho de aproveitar...
Também desconfio que não exista ninguém que não as saiba fazer...para os mais distraídos fica aqui uma sugestão deliciosa.
Estas foram feitas com pão de forma porque fica francamente mais bonito e absorve mais o leite, mas pode ser feito com qualquer tipo de pão que, claro, não deve ser fresco.

1 Pão de Forma fatiado ou outro a gosto
500 ml de Leite
3 colheres de sopa cheias de Açúcar
1 casca de Limão
1 pau de Canela
1 cálice de Vinho do Porto
5 Ovos
Açúcar e Canela para polvilhar.

Levar ao lume, o leite com o açúcar, o limão e o pau de canela, até ferver, baixar o lume e deixar cerca de 2 minutos em lume brando para soltar bem o sabor da canela e do limão.

Adicionar o vinho do Porto já com o lume apagado e mexer, deixar arrefecer um pouco.

Entretanto bater num prato largo os ovos inteiros.

Deitar também o leite (que deve estar morno e não a ferver) num prato largo e passar o pão por este leite para absorver e depois pelo ovo batido.

Fritar imediatamente em óleo quente.

Assim que acabam de fritar, passar logo pela mistura de açúcar e canela e empratar.

Nota: Se utilizarem pão de forma, a passagem pelo leite deve ser relativamente rápida, pois é um pão que absorve muito depressa o líquido.
Se utilizarem outro tipo de pão mais denso, deixem as fatias mais tempo dentro do leite.


sábado, 12 de dezembro de 2009

Turtas de Batata Doce e Grão




Todos os anos na ânsia de encontrar o sabor da infância experimento receitas de turtas (que já agora é o mesmo que azevias mas em minha casa nunca tiveram esse nome) mas nunca o encontro e sei bem que nunca o vou encontrar, porque não é só o sabor que procuro...

Massa:
100 g de Água
1 colher de sopa de Azeite
1 pitada de Sal
40 g de Manteiga

Recheio de Grão:
1 lata pequena de Grão
400 g de Açúcar
100 g de Amêndoa moída
Raspa de 1 Limão
1 colher de chá de Canela em pó
80 g de Água

Recheio de Batata-Doce:
2 Batatas-Doces grandes cozidas
400 g de Açúcar
Raspa de 1 Limão
1 colher de chá de Canela em pó
50 g de Água

Fazer de véspera os recheios para dar tempo de arrefecerem por completo.

No copo da bimby colocar o grão cozido e escorrido, triturar 1 minuto na velocidade 9, reservar.

Triturar a amêndoa, caso não seja da moída e reservar também.

No copo adicione a água com o açúcar e programe 10 minutos, temperatura Varoma, velocidade 1.

Junte as amêndoas e o grão e misture mais 25 segundos na velocidade 5.

Bata as gemas e misture-as no preparado, juntamente com a canela e a raspa de limão e programe 5 minutos temperatura 100º, velocidade colher.

Se achar que está muito liquido, deixar estar mais tempo até obter a consistência desejada.

Proceder de igual modo para o recheio de batata-doce que deve estar pelada.

Massa:

Coloque no copo da bimby, a manteiga e o azeite e programe 2 minutos, temperatura 100º, velocidade 2.

Junte a água, farinha e sal e misture 20 segundos, velocidade 6.

Deixe descansar 30 minutos.

Faça pasteis como se estivesse a fazer rissóis.

Frite em óleo quente e passe por açúcar e canela.

Nota: A receita de massa deve ser duplicada, mas feita em duas vezes.
Estas turtas fora adaptadas com alterações do livro base da Bimby.
A 1ª foto do recheio é de Grão, a 2ª é de Batata-Doce.
Rende cerca de 30 pastéis.


terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Bolachas de Açúcar


Bolachas de Açúcar?!? OK...Sugar Cookies
Sempre que posso não ponho os nomes em Inglês, se bem que nestas fica um bocado básico, mas assim seja, adaptadas daqui ...

4 chávenas de Farinha
1/2 colher de chá de Sal
1 colher de chá de Fermento em pó
200 g de Margarina
2 chávenas de Açúcar
2 Ovos
1 colher de café de Essência de Baunilha
1 colher de sobremesa de sumo de Limão
Raspa de 1 Limão
Açúcar para polvilhar (opcional)

Misturar a farinha, com o sal e o fermento e reservar.

No copo da bimby, colocar a margarina e o açúcar, e marcar 3 minutos, velocidade 5.

Findo o tempo, adicionar os ovos e marcar mais 1 minutos, velocidade 5.

Adicionar a mistura da farinha, o limão, sumo e raspa e a baunilha e programar 2 minutos, velocidade 4.
Colocar a massa no frigorífico durante 30 minutos.

Untar tabuleiros, ou colocar tapete de silicone , ou ainda como eu faço, forrar os tabuleiros com papel vegetal que não necessita untar.

Distribuir pelos tabuleiros colheres de massa, ou utilizar o dispára-biscoitos , ou ainda como eu faço utilizando uma cookie scoop , deixando afastadas umas das outras.

Salpicar com açúcar (opcional).

Colocar no forno a 180º cerca de 10 minutos, ou até a bolacha se mostrar acastanhada à volta, tendo o cuidado de não deixarem cozer demais senão ficam muito duras.

Deixar arrefecer numa rede, e depois de completamente frias, guardar em caixas.

Rende cerca de 40 bolachas.

A chávena tem a capacidade de 250 ml


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Arroz de Tamboril


Dedicada inteiramente aos meus queridos filhos que adoram este arroz, e para que eles não se esqueçam como se faz...

1 Cebola grande
3 dentes de Alho
60 ml de Azeite
1 folha de Louro
1 lata de Tomate pelado
1 chávena de Arroz
3 chávenas de Água quente
Sal
1 colher de chá de Açúcar
1 mão cheia de Coentros picados

Num tacho largo, colocar a cebola picada, os alhos picados, o azeite e a folha de louro e refogue.

Junte o tomate e o açúcar e deixe cozinhar cerca de 10 minutos.

Retire a folha de louro e triture tudo.

Adicionar o pimento deixar cozinhar um pouco, juntar o peixe, os camarões e o arroz e envolver bem.

Juntar a água que deve estar quente, mexer e deixar que levante fervura, assim que levantar, baixar o lume e deixar cozinhar em lume brando.

Cerca de 10 minutos depois, juntar as delícias cortadas em cubos e os coentros e deixar cozinhar mais 3 minutos.

Apagar o lume e deixar o arroz descansar cerca de 5 minutos antes de servir.