segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Galo Assado com Arroz de Miúdos


Apesar de vivermos no campo, não vivemos do campo...a nossa vivência por aqui é de puro lazer, não temos animais, ou melhor, não fazemos criação de animais, temos animais sim, mas todos de estimação, daqueles que vivem em liberdade e que acabam por morrer de velhos e com a barriga cheia...
Esta nossa maneira de estar levanta alguma desconfiança entre a vizinhança...gente habituada a matar para comer bichos sem hormonas, e na sua maneira castiça de viver a vida tentam-nos educar, oferecendo-nos animais vivos, a ver se é desta que a malta se faz homem...
Nós recusamos, sempre amavelmente, eles returcam com o...nunca se oferece animal morto...nós sorrimos, ou melhor, o dear hubby sorri, eu fujo...
Eles acabam voltando, mas com o animal já morto, a malta agradece...ainda não foi desta...

1 Galo
1 Limão
1 cubo de Caldo de Galinha
100 g de Margarina
150 ml de Vinho Branco
Sal e Pimenta

2 chávenas de Arroz
1 Cebola
3 dentes de Alho
Miúdos do Galo
Sal

Limpar bem o galo e levar a ferver em água e sal, cerca de 10 minutos, retirando toda a espuma que se forma à superfície.

Retira-se da água onde cozeu, escorre-se bem, coloca-se no tabuleiro de ir ao forno e deixa-se arrefecer um pouco.

Depois de já estar um pouco arrefecido esfrega-se todo com sal, limão, margarina e o cubo de caldo de galinha, rega-se com o vinho e vai ao forno pré-aquecido a 200º cerca de 1 hora.

Entretanto, coze-se o chouriço na mesma água onde cozeu o galo, deixa-se ferver uns 8 minutos, retira-se corta-se em fatias e reserva-se a água.

Faz-se um refogado com a cebola e o alho bem picadinhos, juntam-se os miúdos do galo, e deixa-se apurar, adiciona-se a água (em dobro do arroz e mais um pouco, cerca de 1/2 chávena) onde cozeu o galo e o chouriço, assim que ferver adiciona-se o arroz, e deixar cozinhar sem secar muito, rectifica-se o sal.

Distribuir o arroz por um tabuleiro untado com margarina e, colocar as rodelas de chouriço por cima.

Levar ao forno até gratinar o chouriço.

Servir o galo com o arroz e uma salada.


27 comentários:

  1. Bem, assim é só cozinhar!
    E ficou com um óptimo aspecto!!!!!

    ResponderEliminar
  2. e que bela refeiçao!!! tudo esta excelente!! adorei mesmo. beijos

    ResponderEliminar
  3. Deve ter ficado bom (embora mais rijo que o frango normal!). O meu sogro só como "criação" vinda da aldeia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Está com um aspecto maravilhoso.....posso imaginar o sabor!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Eu e a minha irmã somos verdadeiramente citadinas... Ainda na casa dos meus pais (um apartamento), num belo sábado de manhã, dizem os meus pais: meninas, vamos sair, é só para avisar que nos ofereceram um galo. Está na cozinha. Nós continuámos na sala a ver televisão. Nisto ouve-se um estrondo. Corremos à cozinha: o galo estava vivo, atado pelas patas, e tentava passear!... Gritámos. O galo cantou. Agora só comemos frangos de aviário!
    Babette

    ResponderEliminar
  6. Cá por casa, vivemos no campo, com criação de animais e tudo, mas também sou alvo de olhares indiscretos, porque vivo numa casa de madeira rodeada de muros altos contra olhares indiscretos e quando alguém passa, normalmente a pé, na estrada,(que tem muuuiiito pouco movimento)e encontra o portão aberto toca de esticar o pescoço para ver bem o que existe no jardim, para lá dos muros altos.

    Mas cá por casa também não faço a "matança", normalmente é a avó do meu marido que se encarrega disso, porque isto de comer caseirinho é outra coisa.

    Eu gosto, e no que posso tento comer sem hormonas.

    Gostei especialmente do arroz de miúdos.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. loool... como te compreendo, aqui para casa agradeço morto e já partido aos pedaços pronto a congelar! :P Mas sabe tão bem!! bjinhos

    ResponderEliminar
  8. Olha que bichinhos desses vivos também não é comigo. Cá a casa também chegam alguns mas sempre devidamente arranjadaos . : )
    E o que eu não dou para comer um frango caseiro..E assim como fizeste é do melhor!! beijoca

    ResponderEliminar
  9. Pois...Eu cá comer os bichinhos até gosto, agora ter de matá-los também não seria capaz!! Mas que deu uma bela refeição lá isso deu!! Que maravilhoso assado! Beijocas.

    ResponderEliminar
  10. Que delicia, nada como um galinho caseiro.
    bjs e boa semana

    ResponderEliminar
  11. Ficou uma refeição bem gostosinha. Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Acho que já faz "um século" desde que comi galo (na casa de uns parentes!). Eu ainda era menina! Mas que o teu ficou com bom aspecto (aliás, a refeição toda), isso ficou!

    Beijinho e boa semana.

    ResponderEliminar
  13. Posso sentar-me à mesa? :) Está com um aspecto tão bom :P Bjinho**

    ResponderEliminar
  14. Olá,Samma!
    Esse calo está com um aspecto excelente,e não à nada nelhor de que uma boa galinha ou galo caseiro,muitíssimo bom!

    Bjinhos,
    Boa Semana

    ResponderEliminar
  15. Muito bonito o prato, embora nunca fiz galo, pq sempre ouvi dizer que a carne é um pouco dura e por isso não quis arriscar, quem sabe? beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Como eu te entendo: sou incapaz de comer um bicho que tenha visto vivo.
    Mas que esta receita que deixa bem impressionada, ui se deixa! :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  17. Vivo num meio assim, em que quase todos os vizinhos fazem criação de galináceos, coelhos, porcos e afins. Se tive que matar para comer, morro à fome. Foi assim que acabei por ter um pato de estimação :)

    ResponderEliminar
  18. Hum....que maravilha...faz-me lembrar a minha mãezinha...
    Ela também faz assim....e fica delicioso...
    E o arroz combina com qualquer assado...
    Simples e delicioso...
    Obrigado pela partilha...
    Beijinhos e boa semana...

    ResponderEliminar
  19. está magnifico!
    esse arrozinho está uma tentação!

    ResponderEliminar
  20. Estou divulgando meu novo blog
    www.gastronomiaefotografia.blogspot.com
    Se puder da uma passada lá!

    Atenciosamente
    Tati

    ResponderEliminar
  21. Galooo?? hehe acho que nunca comi! Posso provar?

    ResponderEliminar
  22. eu vivo numa ladeia logo todos tem criaçao ou quase
    mas matar ta quieta morria a fome
    hehe
    esta uma maravilha
    beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Nossa... Deve ter ficado ótimo, ficou muito apetitoso, hummm... Adorei! Bjinhos

    ResponderEliminar
  24. Adorei todos os comentários :)tenho andada adoentada e por isso nem tenho visitado ninguém...voçês são ouro :*

    ResponderEliminar

Senta-te à mesa...