quinta-feira, 31 de julho de 2008

Mini Paezinhos de Linguica e Salsicha

Estes salgadinhos rendem muito e são uma óptima escolha para quando fazemos comida para muitas pessoas.
São baseados no livro de Massas da Vorwerk, mas com algumas alterações.

150 g de Batata cozida
300 g de Farinha
150 g de Margarina
4 Linguiças ou 2 latas de Salsichas de Cocktail
1 Ovo batido para pincelar

Cozer a batata, e deitar no copo da bimby, eu usei um resto de batata cozida ( alias deixei de deitar restos de batatas cozidas fora), juntar a farinha, e a margarina à temperatura ambiente e triturar durante cerca de 1 minuto, velocidade 6.
Tirar a massa do copo fazer uma bola e deixar descansar um pouco, enquanto prepara o recheio.

Se for usar a linguiça cortar em 4 partes no sentido do comprimento. Reservar

Estender a massa numa superfície enfarinhada com o rolo da massa, não a deixar muito grossa, usar um cortador ou cortar com uma faca quadrados iguais, colocar a linguiça ou a salsicha e fechar, como está na foto.
Eu usei um cortador redondo de 6 cm de diâmetro porque gosto mais do efeito do que quadrado, e rende mais.

Pincelar com ovo batido ou na falta deste com leite, e levar a forno pré-aquecido a 180º num tabuleiro enfarinhado ou com tapete de silicone, cerca de 15 minutos.

Rendeu 60 unidades.


Imprimir receita

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Bolo de Maca e Nozes com Creme Caramelo



Embora faça lembrar os sabores de Natal, este bolo é saboroso em qualquer altura do ano, o creme de caramelo dá-lhe o toque final.

Bolo
350 g de Farinha
1 colher de chá de Fermento em pó
1 colher de chá de Canela em pó
1 pitada de Sal
300 g de Açúcar
200 ml de Óleo
3 Ovos
3 Maças partidas
200 g de Nozes partidas

Creme de Caramelo
200 g de Açúcar Amarelo
100 g de Margarina
100 ml de Leite gordo

Misturar com uma vara de arames a farinha com o fermento a canela e o sal . Reservar.

Bater o açúcar com os ovos até ficar amarelinho e cremoso, juntar o óleo, bater até incorporar, deitar a mistura das farinhas de uma só vez e bater mais um pouco.

Por fim juntar as maças partidas ao quadradinhos e as nozes também partidas, envolver e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 50 minutos.

Enquanto o bolo coze fazer o creme: Misturar todos os ingredientes num tachinho e levar ao lume até tudo estar bem derretido, assim que comece a ferver contar 7 minutos mexendo sempre e tirar do lume findo o tempo.

Deitar sobre o bolo quando este já estiver morno e o creme também deverá estar morno pois fica mais espesso mas sem estar frio.


Imprimir receita

terça-feira, 29 de julho de 2008

Já sou madrinha !!

Há algum tempo que nós aqui na mesa tínhamos vontade de fazer algo do género, mas depois de muito termos procurado aqui em Portugal não encontrámos nada, foi então que vi uma reportagem na RTP1 sobre a organização Padrinhos de Portugal que ajuda crianças órfãs e muito carenciadas, em África, a frequentarem a escola e ATL, recorrendo a padrinhos que se candidatam e apadrinham uma criança, em que com 85 € por trimestre (cerca de 28€ por mês) lhes proporcionam a frequência de uma escola e ATL, as despesas de saúde, uma refeição diária – almoço - e educação: livros, cadernos, lápis, canetas, matricula e farda. Para além destas três vertentes, o projecto também cobre despesas com ateliers de informática, trabalhos manuais, apoio escolar etc... de forma a que as crianças aprendam também matérias práticas que lhes possibilitem vir a arranjar mais facilmente um emprego no futuro.

Gostava de partilhar convosco esta nossa alegria, somos padrinhos de um menino que por coincidência tem a idade do meu filho, e estamos muito felizes.

Se alguém poder e quiser vão a Padrinhos de Portugal e peçam mais informações.

Um abraço a todos...

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Pudim da Aldeia


Quando eu era muito miúda costumávamos ir visitar uns familiares numa aldeia/vila próxima de Coimbra, quando chegávamos a empregada lá de casa tinha sempre este pudim feito para as meninas, nós adorávamos o pudim.
O pudim é um simples pudim de pacote mas acrescido de ovos, pode ser feito em qualquer tipo de forma pois é muito fácil de desenformar. Eu gosto de fazer assim num tabuleiro, fica mais rústico.

2 pacotes de Pudim Mandarim
1 litro de Leite
12 colheres de sopa de Açúcar
4 Ovos

Bater a claras dos ovos em castelo e reservar.

Numa panela deitar as gemas, o pó do pudim e o açúcar e misturar muito bem com uma vara de arames.

Ir deitando lentamente o leite até tudo estar bem misturado. Levar ao lume mexendo sempre até ferver. Assim que começar a ferver reduzir o lume para o mínimo e deixar cozer 3 minutos.

Findo este tempo, juntar imediatamente as claras, mexendo de baixo para cima lentamente e em cima do fogão para que elas cozinhem, mas não precisa estar ligado.

Depois de as claras estarem bem incorporadas, deitar na forma escolhida.


Imprimir receita

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Queques de Banana com Pepitas de Chocolate


Eu não gosto de repetir receitas no blog, acontece que a minha cozinha, como a maioria aliás, é uma cozinha real, é uma cozinha onde as receitas preferidas são repetidas até à exaustão, onde há ingredientes fora de prazo ou quase, no frigorífico e despensa, onde há loiça suja no lava-loiça à espera que a máquina acabe, e onde há bananas pretas...
E como em qualquer cozinha real temos que reciclar o que já não é comestível, por isso mesmo "tive" que voltar a fazer o meu bolo de bananas pretas, cuja receita já aqui foi publicada, dando-lhe agora o formato de queques e acrescentando-lhe pepitas de chocolate, ingrediente que combina sempre bem com banana.

Ingredientes para o bolo aqui
18 Forminhas de papel
Pepitas de Chocolate, quantidade a gosto

Fazer o bolo de acordo com a receita.

Colocar as formas de papel dentro das formas de queques e encher até mais de metade da forma.

Polvilhar com as pepitas e levar ao forno pré-aquecido a 180º, durante 20 minutos.


Imprimir Post

terça-feira, 22 de julho de 2008

Bifinhos Apressados

Todos temos aqueles dias em que não há tempo para nada, e em que já não há restos comestíveis no frigorífico. Nesses dias costumo fazer este bifinhos porque não é preciso temperar a carne com antecedência, e ficam deliciosos.

Costumo fazer ora com Porco ora com Frango, os da foto, que por sinal também saiu muito apressada, são de frango.


3 a 4 Peitos de Frango partidos ou Bifanas de Porco na quantidade escolhida
Azeite a gosto
1 cubo de Tempero da Horta na variedade Alho Pimentão e Louro
300 ml de Vinho Branco


Numa frigideira espalhar o azeite, aquecer e deitar a carne.

Deixar ganhar um pouco de cor e juntar o cubo partidinho e o vinho, misturar.

Deixar cozinhar em lume moderado e sempre tapado até o vinho estar praticamente evaporado e restar um molho encorpado, se achar que está muito puxado juntar mais um pouco de vinho ou agua e deixar ferver um pouco.


Imprimir receita

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Pasta de Atum

Sempre que faço esta pasta e a como, assaltam-me as memórias de infância, quando a minha mãe a fazia e nos punha numas sanduiches maravilhosas, com ovo cozido e alface, ou quando a juntava nos ovos recheados, ou simplesmente quando nos deixava besuntar em tostas (e não só) pelo prazer de nos entreter.
Hoje em dia toda a gente faz esta pasta, naquele tempo, não.

250 g de Atum em conserva
4 colheres sopa de Maionese
2 Ovos cozidos

Triturar a gosto todos os ingredientes, e misturá-los.

Servir fresco.


Imprimir receita

sábado, 19 de julho de 2008

Batido de Banana

Tenho calor... não me apetece fazer nada...só me apetece beber...salve seja...

400 ml de Leite bem frio
2 Bananas
1 colher de sopa de Açúcar Amarelo

No copo da bimby, ou numa liquidificadora, deitar todos os ingredientes e marcar 1 minuto velocidade 7.

Beber imediatamente.


Imprimir receita

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Caril de Frango 'a Mesa

Bem, isto é caril porque leva pó de caril a bem dizer, não se pode dizer que é o caril, mas sim um caril. É rápido e de paladar muito agradável.

4 peitos de Frango partidos (ou quantidade e partes do bicho a gosto)
1 Cebola
2 dentes de Alho
Azeite a gosto
1 colher de sopa de polpa de Tomate
1/2 copinho de Vinho Branco
200 ml de leite de Côco
200 ml de Natas de soja
Sal, Pimenta, Noz-Moscada
1 colher de sopa de Caril
1 colher de sopa de Açafrão

Partir o frango e temperá-lo com alguma antecedência com o sal, pimenta, noz-moscada, açafrão e caril. Reservar.

Fazer um refogado na Bimby, com a cebola, alho e azeite e polpa de tomate, 15 minutos, temperatura 100º, velocidade colher.
Triturar 30 segundos, velocidade 7.

Juntar o frango e o vinho e marcar 25 minutos, temperatura 100, velocidade colher inversa.

Quando faltar 10 minutos para o fim, juntar o leite de côco pelo bucal com a máquina sempre a trabalhar.
Quando faltar 5 minutos para o fim, repetir esta operação mas com as natas.


Imprimir receita

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Arroz Doce


Um Arrozinho Doce é daquelas sobremesas que sabem bem em qualquer altura do ano, morno no Inverno e gelado no Verão.

1 litro e 1/2 de Leite Gordo
180g de Arroz (especial para doce ou carolino)
1 casca fininha de Limão
1 pau de canela grande (ou 2 pequenos)
1 pitada de Sal
350 g de Açúcar
4 gemas de Ovo
Canela em pó para decorar

No copo da Bimby, deitar o leite, o arroz, a casca de limão, o pau de canela e o sal, e marcar 50 minutos, temperatura 90º, velocidade colher inversa.

Numa tigela misturar as gemas com um pouco de leite e reservar.

Quando faltarem cerca de 12 minutos para o fim do tempo programado e com a bimby sempre a trabalhar deitar o açúcar pelo bucal, e em seguida a mistura das gemas e aumentar um pouco a velocidade, para a mistura dos ovos não ficar em farrapos.

Deitar no prato de servir, deixar esfriar um pouco e decorar com canela em pó.


Imprimir receita

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Pescada de Fricassé

Eu adoro Fricassé de quase tudo, não gosto de Fricassé de dobrada, nem de coelho, e a culpa não é do Fricassé é da dobrada e do coelho, que não gosto seja de que maneira for...
Mas Fricassé adoro, e é um sabor fácil de gostar o que para quem tem piquininos facilita, a salsa é que tem que ser pouca pois eles não gostam de "relva".

Lombos de Pescada ( quantidade a gosto)
1 Cebola
2 dentes de Alho
Azeite
150 ml de Vinho Branco
1 Limão Sumo
2 gemas de Ovo
Sal e Pimenta a gosto
Salsa a gosto

Temperar os lombos , com sal, pimenta e sumo de 1/2 limão

Fazer um refogado com azeite a gosto a cebola e o alho bem trituradinhos. Juntar o peixe e deixar cozinhar até ganhar um pouco de cor. Juntar o vinho branco, deixar evaporar o álcool, tapar e cozinhar cerca de 20 minutos sensivelmente.

Numa tigela bater as 2 gemas com o sumo do 1/2 limão.

Assim que o peixe estivar cozinhado, retirar do recipiente onde esteve a cozinhar e reservar.
Triturar o molho que ficou e juntar as gemas batidas com o limão e levar a lume brando mexendo sempre para não virar ovos mexidos.
Juntar o peixe à mistura das gemas e salsa a gosto.


Imprimir receita

terça-feira, 15 de julho de 2008

Arroz de Peixe

Mais um arrozinho muito apreciado por aqui...

2 Cebolas
2 dentes de Alho
45 g de Azeite (ou quantidade a gosto)
1 folha de Louro
1 lata de Tomate (ou 250g de Tomate fresco)
3 lombos de Peixe
200 g de Arroz
450 g de Água
Sal, Pimenta e Açúcar
1/2 embalagem de Delicias do Mar

Partir as cebolas e os alhos deitar na bimby, juntar o azeite, a folha de louro e marcar 15 minutos, temperatura 100º, velocidade colher.

Juntar o conteúdo da lata de tomate, e marcar 8 minutos, temperatura 100º, velocidade colher.

Findo o tempo, triturar progressivamente até ao 7 durante cerca de 40 segundos.

Juntar os lombos de peixe e o arroz e marcar 3 minutos, temperatura 100, velocidade colher inversa.

Juntar a água, temperar com sal, pimenta e cerca de 1 colher de chá de açúcar, e marcar 20 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

Cerca de 3 minutos antes do fim, juntar as delicias do mar partidas em pedaços.


Imprimir receita

sábado, 12 de julho de 2008

Bolo de Chocolate


O meu filho não é guloso.. não sei como é que consegui esta proeza, a minha filha em compensação é muito gulosa, gosta de tudo, mas também gosta de sopa, de legumes, de peixe e come-os com a mesma (às vezes mais) satisfação. Mas o meu filho não, eu confesso fico roída de "inveja" quando ele olha com desprezo para os doces e os recusa como se lhe estivesse a oferecer óleo de fígado de bacalhau...
Há no entanto uma excepção bolo de chocolate da mãe, sempre que estou a fazer um bolo ele pergunta entusiasmado é bolo de chocolate ????? E se eu digo...não!! Faz uma cara triste e já sei que nem uma fatia vai comer, ou se eu insisto só para provar, ele lá me faz a vontade e come uma dentada e diz que é bom, mas nunca mais lhe toca... imagino o que deve ter gostado...
O bolo que faço é um bolo super simples, não tem nada de extraordinário, faço até outros mais sofisticados mas é sempre este que ele quer... eu faço-lhe a vontade

4 Ovos
2 chávenas mal cheias de Açúcar
200 gr de Margarina ou 1 chávena mal cheia de Óleo
2 chávenas bem cheias de Farinha
1 colher de chá de Fermento em Pó
1 chávena mal cheia de Leite
1 pacote de Chocolate em Pó (125 gr)
1 pitada de sal
1 pitada de Canela

A chávena que utilizo tem a capacidade de 250ml.

Juntar a farinha, o fermento e o chocolate em pó, sal e canela, mexer e reservar.

Bater bem o açúcar com a margarina, juntar os ovos inteiros, bater até tudo estar bem incorporado.

Juntar metade da mistura das farinhas, envolver, juntar a chávena de leite, misturar tudo e terminar com o resto das farinhas até tudo estar bem envolvido.

Levar ao forno pré-aquecido a 180º em forma untada e enfarinhada cerca de 45 a 50 minutos.


Imprimir receita

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Sopa de Legumes e Grão

Já sabem o que sinto pela sopa não me vou repetir, andei a fugir mas a pressão familiar foi grande e tive que fazer sopa.
Agora eu dou sopa na sopa... apre!!!

1 Cebola
2 dentes de alho
3 Batatas
2 Cenouras
1 Nabo grande
3 hastes de Brócolos (3 árvores como diz a minha filha)
1 Caldo de legumes
Sal a gosto
Azeite a gosto
1 frasco de grão cozido e escorrido
1 litro de água (aproximadamente)

No copo da bimby, colocar a cebola, alhos, nabo, batatas e cenoura, sal e o cubo de caldo de legumes se gostarem e por fim cerca de 1 litro de água, esta quantidade varia consoante o espaço ocupado pelos legumes, eu ponho sempre água até à última marca do copo. E marcar 30 minutos temperatura 100º velocidade colher.

Findo este tempo triturar cerca de 1 minuto progressivamente até à velocidade 7.

Depois de bem trituradinho, juntar o grão e o azeite a gosto e marcar 7 minutos , temperatura 100º velocidade colher inversa.


Imprimir receita

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Tarte de Frango II


Desta vez resolvi inventar e ao invés de fazer a minha habitual tarte de frango, resolvi fazer esta utilizando o mesmo recheio dos fôfos de frango, mas, e apesar dos 2 crescidos que se sentam à mesa terem gostado os 2 piquininos não gostaram, disseram que gostam mais da outra... tudo bem, faz-se a outra.

Massa Quebrada
Fazer a base da tarte como está aqui. Ou em última alternativa utilizar uma de compra.

Recheio
No recheio usar a mesma receita do recheio dos Fôfos de Frango que está aqui mas sem a linguiça.
1 pacote de Natas (200ml)
4 Ovos
150 Queijo Mozarella
Sal, Pimenta e Noz-Moscada

Depois de preparado o recheio deitar por cima da massa quebrada.
Bater as natas com os ovos, temperar com o sal, pimenta e noz-moscada e deitar por cima do recheio.
Polvilhar com o queijo e acomodar tudo muito bem.
levar ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 35 minutos.


Imprimir receita

terça-feira, 8 de julho de 2008

Batatas à Mrs. Anna

Grande parte da minha infância, adolescência e por aí fora foi passada entre alemães, não que eu alguma vez tenha vivido na Alemanha, embora conheça parte do país, mas porque o meu pai trabalhou muitos anos numa empresa alemã com trabalhadores alemães que viviam cá com as suas famílias, e com os quais tínhamos um relacionamento muito próximo.

Dessa altura ficaram grandes recordações e boas memórias, e também muitas receitas diferentes que fazemos até hoje.

Estas batatinhas são uma delas, era receita da Mrs. Anna (era assim que os nós os mais pequeninos lhe chamavam, e mais tarde nome adoptado por toda a comunidade, na realidade eu achava que ela se chamava Missizana, mesmo...) bem mas estava eu a falar de batatas, contava ela que estas batatas eram feitas pela mãe dela durante a 2ª Guerra Mundial, altura de poucos recursos e como calculam simples e fáceis de fazer.

Se experimentarem não caiam na tentação de lhe pôr mais gordura ou água, mesmo que achem pouca, vão estragar, e não usem batata nova ou para cozer, usem roxa ou para fritar. E usem de preferência uma frigideira anti-aderente.


Batatas (quantidade a gosto)
3 colheres de sopa de Água
2 colheres sopa de Azeite
Sal e Pimenta

Partir as batatas como se fossem para fritar mas mais grossas, distribuir numa frigideira, por cima deitar a água e o azeite, temperar com o sal e pimenta a gosto.

Deixar cozinhar em lume brando, com tampa, mexendo de vez em quando.

Elas vão corando e cozendo, é uma especie de salteado e cozido ao mesmo tempo, excelente para acompanhar grelhados.


Imprimir receita

sábado, 5 de julho de 2008

Macarrão com Atum Gratinado

Este gratinado também é muito apreciado pelos mais pequeninos, tudo o que leve atum já sabem, tem saída por aqui, seja ele de conserva ou fresco.

350 g de Massa a gosto
1 Cebola
2 dentes Alho
2 colheres de sopa de Polpa de Tomate
Óleo ou Azeite da lata do Atum
3 latas de Atum (ou uma das grandes)
500 ml de Molho Béchamel (caseiro ou de compra)
Queijo Mozarella a gosto
Sal, Pimenta e Noz-Moscada

Cozer a massa e reservar.

No copo da bimby, fazer o refogado com o óleo ou azeite escorrido de cerca de 2 latas do atum, a cebola partida e os dentes de alho, 15 minutos, temperatura 100º, velocidade colher.

Juntar a polpa de tomate e marcar mais 5 minutos, temperatura 100º, velocidade colher. Findo o tempo triturar durante 30 segundos na velocidade 7.

Juntar o atum, temperar a gosto ( eu uso, sal, pimenta e noz-moscada) e marcar 3 minutos, temperatura 100º, velocidade colher inversa.

Misturar o atum já preparado com a massa e cerca de 250 ml do molho Béchamel, envolver bem.

deitar esta mistura num tabuleiro que possa ir ao forno, cobrir com o restante molho e polvilhar com o queijo ralado.

Levar ao forno a gratinar até atingir o tom desejado.


Imprimir receita